Caixa Vacina Pfizer

Caixa Vacina Pfizer


Erros na aferição da temperatura das embalagens que transportam vacinas pediátricas podem ameaçar a campanha de vacinação

Fabricante alerta que há equívocos de informações sobre as temperaturas para conservação da vacina

A Polar Técnica, fabricante de caixas térmicas, esclarece processo de desenvolvimento das embalagens utilizadas pelo operador logístico para o transporte de vacinas pediátricas para todas as regiões do Brasil.

As imagens e informações veiculadas por alguns órgãos de imprensa demonstram erros técnicos e operacionais na aferição da temperatura que invalidam os dados obtidos, seja por utilizar termômetros infravermelhos, que não possuem capacidade de operação inferior a -50°C, quando a faixa desejada de leitura está entre -90°C e -60°C, ou pelo local inadequado de medição. As imagens mostram a medição sendo feita sobre a embalagem secundária da vacina, fora da embalagem de transporte, quando deveria ser feita com um instrumento adequado (tipo sonda), no produto ainda envolvido pelo gelo seco.

A embalagem em questão é constituída por poliestireno expandido (Isopor®️) de parede tripla de alta densidade, gelo seco e PCM (Phase Change Material), entre outros componentes, que asseguram a manutenção da faixa ideal de temperatura pré-estipulada para este imunizante.

As caixas são qualificadas de acordo as normativas ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), em câmaras climáticas com temperatura controlada e em testes de campo. Essas simulações são conduzidas utilizando perfis de massa/volume da vacina da Pfizer. Os ciclos de temperatura refletem as condições reais de transporte para a movimentação das cargas em território nacional.

Os operadores logísticos, responsáveis pelo transporte de imunizantes, realizam monitoramento on-line da temperatura das embalagens, seguindo os mais rígidos protocolos de transporte, e nunca foram apontados quaisquer tipos de variação indevida da temperatura.

O erro no processo de medição de temperatura traz desconfiança do processo de conservação e pode assustar a população e pais que devem vacinar seus filhos. As temperaturas foram mantidas e o imunizante segue dentro dos padrões de segurança de temperatura.

A Polar Técnica atende a todas as normas reguladoras, visando o pleno atendimento as demandas do mercado, sendo certo que, medições adequadas demonstrariam a excelência de seus produtos.

Nosso esforço constante é de oferecer ao mercado de transportadores de medicamentos produtos adequados à sua necessidade. Informações inadequadas podem prejudicar a imunização brasileira e, principalmente, a proteção de nossas crianças.

Estamos à disposição das autoridades de saúde e veículos de imprensa que desejarem conhecer melhor o processo e sistema que assegura a temperatura no transporte das vacinas no Brasil.

Os esclarecimentos já estão sendo veiculados pela mídia nacional para assegurar a confiança e não prejudicar a Campanha Vacinal.

Confira:

Jornal Hoje: Assista

TV Anhanguera: Assista


Sobre a Polar Técnica:

A Polar Técnica é líder no segmento de embalagens térmicas para medicamentos e vacinas, atuando nesse mercado há mais de duas décadas, atendendo aos principais laboratórios e operadores logísticos do país com produtos testados e submetidos a criteriosos processos, sempre acompanhados de manuais de utilização e seguindo guias da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

 

 

Informações para a imprensa

Predicado Comunicação

Carolina Fagnani – carolina@predicado.com.br (11) 9 9144-5585 (WhatsApp)

Vanessa de Oliveira – vanessa@predicado.com.br(11) 9 7529-0140 (WhatsApp)

Patrícia Soares – patricia@predicado.com.br(11) 9-9571-7400 (WhatsApp)

 

Caixa Vacina Pfizer

Caixa Vacina Pfizer

Newsletter


Cadastre-se em nossa newsletter e fique por dentro das novidades.

Contato