Novo Super Cold dispensa uso de gelo seco e alcança temperaturas de até -80ºC

Novo Super Cold dispensa uso de gelo seco e alcança temperaturas de até -80ºC

Nova composição atóxica e não inflamável é o primeiro elemento térmico nacional desenvolvido para assegurar temperaturas negativas

A Polar Técnica, maior empresa no segmento de elementos refrigerantes e soluções para transporte de medicamentos, apresenta ao mercado mais uma ferramenta voltada para o desenvolvimento e segurança da Cadeia de Frio no país. Trata-se do novo Super Cold®, uma nova composição atóxica para gelo PCM (Phase Change Material) em espuma.

O lançamento garante a estabilidade térmica em faixas de temperatura de produtos congelados e tem potencial para eliminar 100% o uso de gelo seco nas embalagens.

“O principal desafio foi desenvolver a formulação que resultasse em grande estabilidade térmica para temperaturas negativas, utilizando materiais não tóxicos para garantir maior proteção para quem manipula e transporta estes produtos. Dos estudos em andamento, em mais de 90% foi possível eliminar completamente o uso do gelo seco”, explica Gustavo Moya Serrão, Engenheiro Químico do Grupo Polar, responsável pelo desenvolvimento.

O PCM Super Cold® dispensa o uso de gelo seco, sem causar prejuízos à logística do material. Com isso, oferece maior segurança para o processo e aumenta a oferta de transporte pelas companhias aéreas, que em sua maioria, não aceitam o uso do mesmo.

“O gelo seco exige um procedimento logístico muito mais complexo. Por ser um composto de dióxido de carbono, mantém temperaturas negativas no transporte por sublimação, pela qual há liberação de gás carbônico. Então, acaba exigindo cuidados especiais por ser um gás asfixiante, além de haver risco de danificação das embalagens e sendo prejudicial à saúde de quem manipula. Outra vantagem é que para produtos que exigem a manutenção da temperatura em faixas mais estritas, como -30 a -10°C, não haviam opções que assegurassem sua qualidade, sendo obrigatório o uso do gelo seco que ultrapassa esta faixa, chegando a -70°C.”, finaliza Gustavo.


Compartilhar:

Newsletter


Cadastre-se em nossa newsletter e fique por dentro das novidades.

Contato